My Image

Ituberá é cercada de florestas de Mata Atlântica, com muitas opções de cachoeiras, balneários e praias, Ituberá tem alguns dos mais belos cenários da Costa do Dendê (como é conhecida turisticamente a parte litorânea da região do Baixo Sul da Bahia).

​​​​​​​

Ituberá é bem servida em seu comércio e serviços, com bons hotéis, pousadas, restaurantes, supermercados, farmácias, lojas de roupas e materiais esportivos. Serviços de Internet, transportes de lanchas, entre outros.

Praça de alimentação no centro da cidade e no Dique, com bares e lanchonetes. Além da comida típica baiana, são oferecidas muitas opções entre acarajé, pizza, sorvete, pastel, hot-dog, churrasquinho, beiju de tapioca.

Ituberá tem o privilégio de além dos seus atrativos, estar próximo às internacionalmente famosas praias de Morro de São Paulo (48km até Valença e mais 30 min de lancha) e de Barra Grande (50 min de lancha, ou 30 min de carro até Camamu e mais 20 min de lancha). Itacaré (80km) e Ilhéus (150km) estão bem próximos, ao sul de Ituberá.

Pontos Turísticos

Vila de Santo André

Onde tudo começou. No início uma aldeia indígena. Com a chegada dos Jesuítas foi formada uma vila e construída uma capela em honra a Santo André.


Igreja de Santo André

Construída pelos Jesuítas no meado do século XVIII em honra a Santo André, Padroeiro de Ituberá, a igreja está localizada estrategicamente no alto de uma colina.

A Igreja de Santo André revela traços de uma arquitetura secular e é uma das principais atrações da cidade.

O templo abriga a tradicional festa em homenagem ao padroeiro local, comemorado todos os anos no dia 30 de novembro, antecedido com nove noites de orações (novena). As atrações religiosas e culturais integram um grande atrativo turístico e aquecem a economia de Ituberá neste período do ano.

Mirante da Vila de Santo André

Localizado na parte de trás da igreja, a 150 metros de altitude, do mirante natural pode-se avistar quase toda área urbana da cidade e a região litorânea, com seu extenso manguezal, seguindo o Canal do Serinhaém até o Oceano Atlântico.

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Datada da primeira metade do século XVIII, é um belo monumento localizado no centro da cidade, com uma imponente e longa escadaria, que dá acesso principal à igreja. A torre sineira tem terminação em bulbo bizantino, revestida de pastilhas, onde conquista um destaque especial na paisagem urbana. Padroeira de Ituberá, Nossa Senhora da Conceição é celebrada em 8 de dezembro.

Comunidade Quilombola da Lagoa Santa

Um dos pontos de referência na zona rural de Ituberá, a Lagoa Santa é considerada como local de milagres e encantos. Com uma beleza ímpar, cercada de mistérios e muitos casos contados pelos moradores da região, a lagoa está localizada a 11 km a noroeste do centro de Ituberá.

A lagoa é tão importante que dá nome a comunidade quilombola (remanescente de quilombo), reconhecida pela Fundação Cultural Palmares. Na margem da Lagoa foi erguida uma pequena capela em homenagem a São Braz, Padroeiro da comunidade, onde todos os anos é celebrada a festa em honra ao Santo, sempre no mês de fevereiro.

Cachoeira Pancada Grande

Com 61 m de altura, Pancada Grande é a cachoeira mais alta do litoral baiano e é um dos mais importantes atrativos turísticos da Costa do Dendê.

Localizada a 6 km do Centro de Ituberá, a Pancada Grande está inserida na Reserva Ecológica Michelin, uma área protegida que pertence a Plantações Michelin da Bahia (PMB), rodeada de Mata Atlântica em ótimo estado de conservação, com presença de diversos animais silvestres. A exuberante cachoeira é conhecida também como “Três pancadas”, por ter o formato de três degraus.

Praia do Pratigi

Pratigi na língua indígena Tupi guarani significa “Mar de Tainhas”. Localizada a 26 km do centro de Ituberá, Pratigi possui uma beleza peculiar, sendo quase deserta em diversos trechos dos seus quase 20 km de praias.

Com mar calmo e areias finas e brancas, cercada por coqueirais, a Praia de Pratigi é um recanto especial para quem gosta de tranquilidade e contato com a natureza.

De dois em dois anos acontece no Pratigi o Festival Internacional de Arte e Cultura Alternativa Universo Paralello, considerado um dos maiores festivais de arte, música e cultura alternativa da América do Sul, com vários dias de duração, sempre na época do Réveillon, reunindo mais de 15 mil pessoas de diversas partes do mundo.

Cascata Castro Alves

As águas do Rio dos Cágados e do Rio das Piabas se encontram e deslizam pelas pedras da Cascata Castro Alves, formando uma obra de arte da natureza. Ter uma cascata no centro e suas águas cortando a cidade ao meio é uma raridade e motivo de orgulho para os ituberaenses.

Barra de Serinhaém

Um local paradisíaco, com belas praias e mar tranquilo. A antiga vila de pescadores, ainda preserva muitas de suas tradições. As comidas locais são uma atração à parte.

Barra de Serinhaém tem uma boa estrutura com pousadas, restaurantes, bares, mercados, farmácia, entre outros comércios. O melhor acesso é pelo Canal do Serinhaém, de lancha (30 minutos) ou de barco (2 horas).

No mês de janeiro, comemora-se a festa em Honra a Senhor do Bonfim, padroeiro da comunidade. No dia 2 de fevereiro é dia de Iemanjá e a tradição é muito forte na Barra de Serinhaém.

Vila de Itajaí

Antiga vila histórica de Ituberá, Itajaí é uma importante comunidade. Antigamente conhecida como Fazenda Velha, a comunidade guarda muitas histórias do período colonial. Afirmam os mais velhos que os jesuítas construíram túneis subterrâneos e transitavam da floresta até próximo ao mar.

Fazenda Velha chegou a ter um comércio maior do que da Vila de Santo André, por estar localizado à beira mar. Os antigos engenhos, alambiques e casas de farinha já não existem mais. No mês de julho comemora-se a festa de Sant´Ana e São Joaquim, padroeiros da comunidade.

Cais da cidade

Localizado no centro da cidade, onde as águas da Cascata Castro Alves se encontram com o Canal do Serinhaém. De um lado, uma pequena e antiga rampa de pedras. Do outro lado do canal, ao longo da Rua do Cais, uma extensa calçada onde barcos e lanchas rápidas atracam para carregar e descarregar carga e passageiros, turistas e moradores das comunidades ribeirinhas e litorâneas.

Mirante da Ponte da Saici

Localizado ao final da tranquila Rua Jaime Cabral de Souza, no bairro Érico Sabino, o mirante natural oferece uma belíssima visão da ponte da Saici e dos manguezais do Canal do Serinhaém.

Ponte da Saici

Conhecida como Ponte da Saici, a construção é na verdade um píer de atracação, feita pela construtora Norberto Odebrecht (no meado do século XX), em um local estratégico do Canal de Serinhaém, com profundidade para grandes embarcações. Antigamente, foi muito utilizada por grandes embarcações.

Hoje em dia é um dos pontos turísticos da cidade, aproveitando um lindo visual das águas do mar e da vegetação do manguezal. É também bastante utilizado para embarque e desembarque de lanchas e barcos com pequenas cargas e passageiros.

Cachoeira do Barro

Encravada na Mata Atlântica, uma belíssima queda d´água de 25 metros de altura, escondida às margens da BA-001, nas proximidades do Bairro do Porto Falso, na entrada da cidade (para quem vem de Salvador).

Rio do Campo

Comunidade descendente de irlandeses, Rio do Campo é uma comunidade muito bonita e tranquila. Com acesso pelo Canal do Serinhaém, a 10 minutos de lancha ou 40 min. de barco, do cais de Ituberá. Também tem acesso pela estrada da Praia do Pratigi, ou também por um pequeno rio, vindo da comunidade quilombola do Jatimane (Nilo Peçanha – Bahia).

No mês de junho, comemora-se a festa em Honra a Santo Antônio, padroeiro da comunidade.